Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

Notícia

ESOL conquista importante certificado de segurança – OHSAS 18001

​Mais um importante passo foi dado pela Energisa Soluções. Após meses de preparação, a base operacional UHE Cachoeira Dourada – GO recebeu, no mês de junho, pela RINA Services, certificado em OHSAS 18001(Occupational Health and Safety Assessment Series), o primeiro em todo o Grupo Energisa.

Com este selo, a empresa confirma sua aderência às mais exigentes normas de Saúde e Segurança Ocupacional existentes no mundo e reafirma seu comprometimento pleno à Segurança. 

A OHSAS 18001 oficialmente publicada pela BSI – British Standards Institution é uma importante norma que oferece requisitos para um sistema de gestão eficaz, que possa ser integrado a outros requisitos de gestão, com intuito de apoiar as organizações a atingirem os objetivos, podendo ser aplicada em todos os tipos de organizações independentemente das condições geográficas, culturais e sociais.

Coordenado pelo engenheiro de segurança da ESOL Carlos Zangirolami, pelo técnico em Segurança do Trabalho Bernardo Amaral e pelo Supervisor da Unidade da ESOL na UHE Cachoeira Dourada-GO Luiz Henrique de Almeida Freitas, além de todo time operacional que lá atua, a ESOL conquistou a certificação também com apoio do cliente ENEL GREEN POWER. “A sintonia e a dedicação da equipe foram fundamentais para esta nova conquista”, afirmou Bernardo.

“Uma das diretrizes da Energisa Soluções é a priorização da segurança no local de trabalho, portanto essa certificação é importantíssima, pois atende requisitos legais e qualifica ainda mais as ações preventivas dentro da cultura e valor da empresa - Segurança”, finalizou Bernardo.
 
RINA é referência em certificação - O Registro Italiano Navale (RINA) opera no Brasil desde 1994, desenvolvendo e oferecendo serviços de certificação de navios, verificação de conformidade, inspeção e testes. Trata-se de uma empresa sediada na Itália, que iniciou no ramo de certificação e inspeção de navios, em 1861. 

Compartilhe nas redes sociais