Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

Notícia

Energisa Soluções lidera projeto de eficiência energética

​A Energisa Soluções firmou mais uma grande parceria em busca de inovações no mercado energético. Representada pelo engenheiro de manutenção Diego Ferreira de Souza, que visitou a sede da Fundação Inova, em Presidente Prudente – SP, a empresa selou um novo compromisso sobre o Projeto de Eficiência Energética, visando à economia de energia elétrica.

 
Na visita, Diego Ferreira se encontrou com o diretor-presidente da instituição, José Wilmar Ferreira Lima, além de conhecer todos os blocos da Fundação. O engenheiro analisou a iluminação, refrigeração, estrutura dos telhados, realizando assim um levantamento técnico para que sejam propostas soluções de eficientização da “iluminação e refrigeração”.

A gestão do projeto ficou sob responsabilidade da engenheira Carla Kropf Carneiroda Energisa Soluções, a qual é responsável por executar várias etapas do Programa de Eficiência Energética, como entrega de relatórios de medição e verificação de energia e outras demandas. Ao final, será entregue um relatório à distribuidora e esta irá levar para aprovação da ANEEL.
 
“Será desenvolvido um projeto no modelo da ANEEL que regulamenta o Programa de Eficiência Energética, o qual toda distribuidora lança anualmente. Sendo assim, o projeto deverá ser submetido a uma chamada pública que será aberta ao mercado pela distribuidora. Nesta chamada, são avaliados os melhores projetos, os que têm retorno melhor em eficiência, viabilidade técnica e econômica, entre outros aspectos. Os projetos mais bem avaliados recebem a verba para que sejam executados”, explicou Diego.
 
Empolgado com a nova parceria, o diretor da fundação espera que a credibilidade do Grupo junto à ANEEL, resulte na aprovação do projeto. “Buscamos esta parceria devido aos cases de sucesso da empresa. O projeto, que não terá custo algum para a fundação, deverá ser apresentado em setembro. Estamos otimistas, pois grande parte das propostas feitas pela Energisa tem sido aprovadas”, destacou José Wilmar. 

Compartilhe nas redes sociais